BRF fará parte de livro que resgata a história de Videira

Obra da escritora Angela Zatta, que deve ser lançada no início de 2022, vai destacar o progresso conquistado pelo município ao longo de mais de 75 anos.

A história da BRF, uma das maiores companhias de alimentos do mundo, será um dos destaques do livro “Videira: uma trajetória em construção”, da escritora Angela Zatta, autora dos livros “Mães de Videira”. O objetivo da obra é resgatar e registrar a história da cidade, das pessoas e das instituições que a construíram ao longo destes 75 anos de fundação. Além de fazer parte da história, já que a marca Perdigão nasceu em Videira, a BRF é uma das apoiadoras do livro que tem lançamento previsto para o início de 2022.

A escritora trará uma perspectiva histórico-geográfica, desenvolvida a partir de uma pesquisa de cerca de três anos sobre o município e a região do Contestado. “O livro busca explicar por que Videira se desenvolveu ao longo dos anos, partindo de pequenas madeireiras até a energia elétrica, da indústria do vinho até o progressivo crescimento da agroindústria, no caso a Perdigão”, observa.

“A BRF não poderia ficar fora desse momento tão importante para resgatar a história de Videira que se cruza com a da nossa empresa”, destaca a gerente da unidade Lucineia Valtte. “É um momento de voltar ao passado e honrar toda a trajetória, aprendizados e conquistas da nossa cidade e da nossa empresa”.

Recentemente, a BRF celebrou os seus 87 anos de existência em Videira. Criada dia 18 de agosto de 1934, a operação na cidade nasceu como um pequeno comércio de secos e molhados, fruto da união de descendentes de duas famílias de imigrantes italianos, na então Vila das Perdizes, às margens do Rio do Peixe. No final daquela década, a empresa expandiu e iniciou as atividades de um abatedouro de suínos, em sociedade com descendentes de alemães. A marca Perdigão surgiu em 1941, em homenagem à Vila das Perdizes, que, em 1944, se transformou no município de Videira. A fusão da Perdigão e da Sadia, em 2009, deu origem à BRF, um dos maiores complexos agroindustriais do mundo.

Com mais de 3,5 mil colaboradores e cerca de 1 mil produtores integrados, a unidade é responsável pela produção de frangos, 100% destinados ao mercado Halal, que representam cerca de 1,5 bilhão de muçulmanos. A planta de Videira produz ainda apresuntado, bacon em cubos, bacon fatiado, linguiça calabresa, linguiça cozida paio, linguiça cozida, linguiça portuguesa, linguiça frescal de frango, linguiça frescal de pernil, linguiça frescal toscana, mortadela, mortadela defumada Ouro, salsicha, frango defumado, frango in natura e cortes de frango.

Além de todo mercado interno brasileiro, a unidade tem habilitação para exportar produtos para a Arábia Saudita, Bahrein, Egito, Emirados Árabes Unidos, Iêmen, Irã, Jordânia, Kuwait, Marrocos, Omã e Qatar, África do Sul, Argentina, Albânia, Ilhas Maurício, Japão, Vietnã, Bolívia, Singapura, China, Hong Kong, Paraguai, Peru e Venezuela.

 

Créditos: Assessoria BRF

Share on facebook
Share on linkedin
Share on email
Share on twitter
Share on whatsapp

Últimas Notícias

×