--:--
--:--
  • cover
    Rádio Fraiburgo 95.1

BAIXAR APP's

Vacinação contra a dengue é ampliada para crianças e adolescentes de 10 a 14 anos

A Secretaria de Estado de Saúde de Santa Catarina (SES), seguindo recomendação do Ministério da Saúde (MS), ampliou nesta quinta-feira, 7, a faixa etária da vacinação contra a dengue na região Nordeste do Estado. A partir de agora, todas as crianças e adolescentes de 10 a 14 anos que moram em um dos 13 municípios (ver lista abaixo) contemplados com a vacina podem procurar uma unidade de saúde para a aplicação da primeira dose (D1). A ampliação ocorreu, segundo o MS, para dar mais agilidade à vacinação.

Segundo levantamento da Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (DIVE) até a última segunda, 5, haviam sido vacinadas 2.529 crianças de 10 anos de um público-alvo de 14.595 (17%) e 2.566 crianças de 11 anos de um público-alvo de 14.504 (17%). Com a ampliação, a população a ser vacinada sobe para 71.468 crianças e adolescentes de 10 a 14 anos. A meta recomendada pelo Ministério da Saúde é vacinar pelo menos 90% do público total.

A vacinação contra a dengue começou no dia 24 de fevereiro no município de Joinville. As demais cidades começaram a vacinar entre os dias 26 e 27 de fevereiro.

A vacina contra a dengue é aplicada em um esquema de duas doses (dose 1 + dose 2) com um intervalo de três meses entre elas. A imunização tem como objetivo reduzir hospitalizações e óbitos pela doença.

O diretor da DIVE, João Augusto Brancher Fuck, destaca a importância da participação da população. Para o diretor, o cenário da dengue em Santa Catarina este ano é bastante preocupante. Então, cada cidadão precisa fazer a sua parte, seja na limpeza de locais que possam ser criadouros do mosquito Aedes aegypti, seja na vacinação. “Temos doses disponíveis para crianças e adolescentes de 10 a 14 anos. Então, o nosso apelo é para que os pais levem seus filhos para vacinar e evitem que eles adoeçam”, finaliza o diretor.

Para consultar locais e horários de vacinação, pais e responsáveis devem fazer contato com a secretaria de saúde do município onde residem.

117

Últimas Notícias