--:--
--:--
  • cover
    Rádio Fraiburgo 95.1
JUNHO VERMELHO 2024

BAIXAR APP's

UTIs lotadas e a população catarinense não se vacina

SEMANA DO MEIO AMBIENTE 2024
JUNHO VERMELHO 2024

A Secretaria de Estado da Saúde, decretou situação de emergência em saúde no início da semana, após as superlotações das Unidades de Terapia Intensiva (UTI) em todas as regiões catarinenses, por conta do alto número de pessoas com síndromes respiratórias. Nem esse fato, fez com que os catarinenses tomassem a vacina contra gripe.

O portal do Ministério da Saúde, aponta que para o estado atingir a meta de vacinação, é preciso que mais de um milhão de pessoas recebam o imunizante. Os dados foram atualizados e divulgados nesta quarta-feira (21), pelo ND+.

Os casos pelo estado

O boletim da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (DIVE), divulgado nesta terça-feira (20), confirma 468 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) por influenza, casos que necessitam de hospitalização.
Desse total, 31 pessoas morreram pela doença, sendo que a maior parte apresentava alguma comorbidade ou fator de risco. Nestes óbitos, mais da metade foram idosos com mais de 60 anos.

Ocupação dos leitos SUS

O painel de leitos do SUS da Secretaria de Estado da Saúde, informa que a taxa de ocupação dos leitos em Santa Catarina, é de 93,44%, restando apenas 80 leitos para os catarinenses.
As piores regiões são a da Foz do Rio Itajaí e o Grande Oeste, com 100% e 98,82% de ocupação respectivamente. O Meio Oeste e Serra Catarinense, estão com 94,41% dos leitos comprometidos. O estado com a menor taxa de ocupação é a região Sul, com 83,93% dos leitos.

Painel SES | Reprodução Rádio Fraiburgo

Últimas Notícias