--:--
--:--
  • cover
    Rádio Fraiburgo 95.1
JUNHO VERMELHO 2024

BAIXAR APP's

Mutirão da Saúde ultrapassa a marca de 73 mil cirurgias realizadas em 2023

SEMANA DO MEIO AMBIENTE 2024
JUNHO VERMELHO 2024

O governador Jorginho Mello e a secretária de Estado da Saúde, Carmen Zanotto, apresentaram nesta segunda-feira, 14, a evolução do Programa Estadual de Cirurgias Eletivas em Santa Catarina. Foram apresentados os principais números em comparação aos dados demonstrados no lançamento do Programa em fevereiro, que incluíram a fila de espera por cirurgias eletivas, bem como a priorização do atendimento aos pacientes oncológicos. Para o governador Jorginho Mello, este é um dos principais movimentos do governo em direção à priorização da saúde. Nos números globais de cirurgias eletivas, que contam também com os pacientes que deram entrada na fila após o dia 30 de janeiro, foram realizadas 73.716 em 2023.

O Programa trouxe os dados de pacientes represados no período de 2017 até 30 de janeiro de 2023. A fila de 105.340 foi reduzida para 56.742 até o dia 10 de agosto. Outra redução significativa ocorreu nas consultas cirúrgicas, que passaram de 117 mil para 33 mil. Além disso a Secretaria de Estado da Saúde realizou 19.158 cirurgias ambulatoriais de catarata. Porém um dado que chama a atenção é que 30% dos pacientes agendados para este ano não compareceram no dia da cirurgia, segundo informações dos hospitais catarinenses.

Prioridades e ações em andamento:

A Secretaria de Estado da Saúde criou um dispositivo de habilitação estadual inovador, possibilitando o aumento do número de prestadores de serviços de alta e média complexidade.
No caso da ortopedia, especialidade que compõe o maior número de pacientes em fila de espera por cirurgia eletiva, Santa Catarina passa agora de 18 para 30 unidades com capacidade para realizar procedimentos de alta complexidade.

Já em cardiologia, o Estado passa de 12 para 16 unidades habilitadas, havendo uma ampliação da autorização de procedimentos a serem realizados em cinco delas.

No caso dos procedimentos de cateterismo a fila pediátrica para este procedimento foi zerada para os pacientes aptos a realização.

Últimas Notícias