--:--
--:--
  • cover
    Rádio Fraiburgo 95.1

BAIXAR APP's

Irani apoia projeto de desenvolvimento local e inclusão social no sertão nordestino

Uma das principais indústrias de papel e embalagens sustentáveis do Brasil, a Irani tornou-se uma empresa Amiga do Bem para apoiar a ONG Amigos do Bem que atua em 300 povoados extremamente carentes dos estados de Alagoas, Ceará e Pernambuco. A instituição, que atua há 30 anos no sertão nordestino, já beneficiou milhares de pessoas por meio de projetos contínuos de educação, geração de trabalho e renda, acesso à água potável, moradia e saúde.

Em 2023, a empresa irá doar mais de 4 toneladas de caixas de papelão, fabricadas pela unidade de Indaiatuba (SP), que serão utilizadas pela Instituição Amigos do Bem para o armazenamento e transporte de produtos como castanhas, doces, pimentas e artesanatos feitos no sertão e comercializados pela ONG em todo o Brasil

A ONG Amigos do Bem criou e implementou um modelo de desenvolvimento social e sustentável, com 15 unidades produtivas no sertão nordestino que garantem trabalho e oportunidade para 1,5 mil pessoas. Além de gerar renda e dignidade para as famílias, os Amigos do Bem desenvolvem o potencial de cada região de acordo com as matérias-primas locais. Todo o recurso com a venda dos produtos 100% solidários é destinado aos projetos sociais da Instituição, criando um ciclo virtuoso de transformação.

 

“Com os nossos Produtos do Bem, 100% sociais, estamos rompendo uma história secular de seca, fome e abandono no sertão. A Irani é uma empresa parceira que está nos ajudando a levar oportunidades e um futuro diferente, com trabalho e renda e educação”, afirma Alcione Albanesi, presidente e fundadora da ONG Amigos do Bem.

 

“A Irani passa a fazer parte do time de peso de apoiadores que acreditam que podem ser parte da transformação gerada pelas iniciativas da ONG Amigos do Bem”, destaca o diretor-presidente da Irani Sérgio Ribas. “Temos a convicção que o nosso negócio vai muito além da manufatura de produtos, porque estamos focados em gerar impactos positivos ao meio ambiente e a sociedade. A cada dia aplicamos a nossa energia para aprimorar cada vez mais as práticas de gestão e, por isso, decidimos apoiar o trabalho realizado pela ONG”, ressalta.

 

Sobre a ONG Amigos do Bem

 

Há 30 anos a ONG Amigos do Bem atua no sertão nordestino, uma das regiões mais carentes do Brasil. Cerca de 150 mil pessoas, que vivem em 300 povoados em situação de extrema pobreza, são atendidas com projetos contínuos de segurança alimentar, educação, geração de trabalho e renda, acesso à água potável, cuidados com a saúde e moradia digna. A instituição criou um Modelo de Desenvolvimento Social Sustentável, conta com a atuação de quase 11 mil voluntários e promove inclusão social e desenvolvimento local. Além disso, atende a 12 dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU (Organização das Nações Unidas).

 

Sobre a Irani

 

Fundada em 1941, a Irani Papel e Embalagem é hoje uma das líderes do setor de embalagens sustentáveis no Brasil. Controlada desde 1994 pelo Grupo Habitasul, tradicional grupo empresarial da região Sul do país, produz papéis para embalagens, chapas e caixas de papelão ondulado, além de resinas naturais de pinus, breu e terebintina, assegurando o fornecimento de produtos de matéria-prima renovável com alta qualidade. Alinhada às boas práticas da economia circular, tem produção integrada às florestas próprias e utiliza energia autogerada. Conta com unidades produtivas localizadas em Vargem Bonita (SC), Santa Luzia (MG), Indaiatuba (SP) e Balneário Pinhal (RS), além de responder pela gestão de florestas em Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Com escritórios em Porto Alegre (RS) e Joaçaba (SC), tem em seus quadros mais de 2.300 colaboradores.

 

Legenda – Da direita para a esquerda: Djeile Severino de Freitas Machado (Gerente Comercial de Embalagem Sudeste), Lindomar Lima De Souza (Diretor de Negócio Embalagem) e Kaísa Machado, Desenvolvimento Institucional – ONG Amigos do Bem, jovem aprendiz da ONG Kauã Aprígio e o assistente administrativo Robson Macedo.

 

Crédito – Divulgação

 

Últimas Notícias