Copa São Paulo de Futebol Júnior

O início de janeiro traz no calendário esportivo, a Copa São Paulo de Futebol Júnior.

O formato da competição é o mesmo desde 2018, a diferença na edição de 2020 está no número de participantes. Após a conquista da Libertadores, o Flamengo optou por utilizar a maior parte de seu elenco sub-20, nos primeiros jogos do Campeonato Carioca, porém os mesmos atletas já estavam inscritos na Copa São Paulo. O clube tentou trocar os atletas, mas com o prazo para troca dos nomes já encerrado, o clube rubro-negro, que pretendia utilizar os garotos do sub-17, ficou fora da competição, deixando o Grupo 25, com sede em Diadema, com três participantes. Dessa forma, serão 127 equipes buscando o título.

Os dois primeiros de cada chave avançam à fase seguinte, que terá os confrontos eliminatórios realizados em jogos únicos. A decisão está marcada para o dia 25 de janeiro no estádio Pacaembu, data na qual  será celebrado o 466° aniversário da cidade de São Paulo.

Histórico. De 1969 para cá, a Copa São Paulo ganhou força e passou a ser considerada a principal competição de base do País. Só recentemente que ela passou a ter concorrência de outras competições Sub-20, como o Campeonato Brasileiro, a Copa do Brasil, a Supercopa do Brasil e a Copa Ipiranga, que é disputada no Rio Grande do Sul.

O atual campeão da Copa São Paulo é o São Paulo, que soma quatro títulos, mesmo número de Internacional e Flamengo. O maior vencedor, no entanto, é o Corinthians, com dez, seguido de longe pelo Fluminense, com cinco, e na “fila” desde 1989.

Santos e Atlético Mineiro, com três, e Ponte Preta, Nacional e Portuguesa, com dois, também se destacam. Juventus, Cruzeiro, Guarani, Vasco, América-SP, América-MG, Paulista, Roma Barueri, Marília, Santo André e Figueirense completam o seleto grupo dos clubes que já faturaram a Copa São Paulo.

MAIS NOTÍCIAS
COMENTÁRIOS
Carregando...
×