Banco do Brasil vai fechar 361 unidades e 5 mil funcionários poderão ser desligados

O Banco do Brasil anunciou na manhã desta segunda-feira (11) em fato relevante ao mercado a abertura de programas de demissão voluntária e fechamento de 361 unidades, entre agências, postos de atendimento e escritórios no primeiro semestre deste ano. O programa de demissão, que vai até fevereiro, prevê o desligamento de pelo menos 5 mil pessoas.

Segundo o comunicado, das 361 unidades a serem fechadas, 112 são agências, 242 são postos de atendimento e sete são escritórios. Pelo menos 243 agências serão convertidas em postos de atendimento e oito postos de atendimento serão transformados em agências. Outras 145 unidades de negócios serão transformadas em lojas Banco do Brasil, sem guichês de caixas. O banco informou ainda a criação de 28 unidades de negócios, sendo 24 especializadas em agronegócio.

Com a pandemia, cresceram as transações online e o uso de aplicativos dos bancos , que aproveitam para cortar custos de operação. O Banco do Brasil informou que a economia anual estimada por estes movimentos é de R$ 353 milhões em 2021 e R$ 2,7 bilhões até 2025.

O BB aprovou duas modalidades de desligamento incentivado voluntário aos funcionários: o Programa de Adequação de Quadros (PAQ), melhorando a distribuição da força de trabalho, com preenchimento de vagas e redução de funcionários onde houver excesso, no entender do banco. E o Programa de Desligamento Extraordinário (PDE), disponível a todos os funcionários do Banco do Brasil.

Fonte: IG

MAIS NOTÍCIAS
COMENTÁRIOS
Carregando...
×