--:--
--:--
  • cover
    Rádio Fraiburgo 95.1
JUNHO VERMELHO 2024

BAIXAR APP's

UM NOVO ECOSSISTEMA DE EDUCAÇÃO E INOVAÇÃO PARA O AGRONEGÓCIO BRASILEIRO

SEMANA DO MEIO AMBIENTE 2024
JUNHO VERMELHO 2024

Um dos principais setores da economia brasileira, o agronegócio representa 25% do PIB e quase 50% das exportações do País, gerando uma a cada quatro vagas de trabalho no Brasil. Para acompanhar a crescente demanda por qualificação e atualização dos profissionais que atuam no segmento, nasce, no Sul do Brasil, um novo ecossistema de educação superior, com modelo de Employer University e foco em tecnologia, mercado de trabalho e empreendedorismo: a Escola do Agronegócio da Atitus Educação, instituição de ensino com 19 anos de atuação.

 

A Escola do Agronegócio, que hoje conta com 400 alunos nos cursos de Agronomia e Medicina Veterinária, terá como referência um campus com mais de 40 hectares, inspirado em uma Smart Farm (Fazenda Inteligente), onde empresas inovadoras do setor também estarão presentes. Com sede em Passo Fundo, no norte do Rio Grande do Sul, o novo ecossistema integra o plano de crescimento da instituição, que inclui, ainda, o lançamento de outros quatro escolas, dentro do novo modelo nos próximos anos, a partir de um investimento de R$ 100 milhões.

A localização do campus é estratégica: Passo Fundo fica em uma das maiores regiões produtoras de soja, milho e trigo no Brasil, além de ser referência em proteína animal e alta genética, assim como na fabricação de máquinas agrícolas. No local, grandes companhias e empresas de médio porte, em conexão com alunos e professores, irão produzir conhecimento e tecnologia, criando um dos mais importantes hubs do setor no País. Em sala de aula e em atividades práticas, as disciplinas reunirão desde o uso de novos equipamentos até conhecimentos necessários para gestão de propriedades, como o uso de big data para monitoramento digital de animais, máquinas e grãos.

Segundo o CEO da Atitus Educação, Eduardo Capellari, o ecossistema de ensino para o agronegócio foi desenvolvido após estudos, pesquisas e proximidade com as reais necessidades do setor. “O que estamos apresentando é um verdadeiro hub de educação e inovação para o agronegócio, que conectará estudantes, profissionais, empresas e entidades do segmento. Os ganhos serão para todos”, reforça.

Alunos se desenvolverão a partir de três grandes frentes

Learning Center: voltado para a parte prática do aprendizado, com laboratórios de metodologias inovadoras e demonstrações de novas tecnologias, área para criação de animais e plantio de lavouras para estudos e pesquisas, centro de saúde animal com centro clínico veterinário, para atendimento de animais de pequeno e grande porte, abertos à comunidade. O espaço também terá uma área de exposição e eventos, com o objetivo de trazer o mercado para dentro do campus.

Agro Research: traz a atmosfera tecnológica do setor para o campus por meio de práticas de big data para agronegócio. Gestão digital de animais, máquinas e lavouras, treinamento com drones e testes de máquinas e implementos agrícolas de ponta estão entre os conteúdos inseridos no cronograma de ensino.

Employer University: modelo de ensino no qual alunos e empresas estão conectados em todos os momentos de aprendizado. O campus será base, também, para dezenas de empresas – fisicamente ou por meio de parcerias na elaboração de disciplinas e dentro das salas de aula, o que permite adaptações rápidas e constantes no foco do ensino. Nos cursos, os alunos poderão optar pela trilha do Empreendedorismo ou da Empregabilidade, direcionando sua jornada desde o início da graduação.

Conselho empresarial e desafios reais em sala de aula

A Escola do Agronegócio contará com professores com destaques na área acadêmica, profissionais do mercado, mentorias com executivos e aulas com desafios empresariais reais. A Escola do Agronegócio da Atitus terá, ainda, um conselho empresarial, para manter constantemente os conteúdos de ensino e pesquisa alinhados com as demandas do mercado, com a agilidade que o mundo corporativo e o empreendedorismo exigem. Este conselho será composto por empresários atuantes no setor que estão à frente de empresas renomadas e instituições agrícolas.

Atualmente, com mais de 400 alunos na Escola do Agronegócio, a Atitus espera crescer exponencialmente com o novo campus. “Nosso objetivo é nos tornarmos referência no ensino e na formação voltados para o futuro do agronegócio e dobrar o número de alunos na Escola até 2026”, destaca Capellari.

Na contramão do setor, Atitus expande número de alunos presenciais

> A instituição expandiu o número de matrículas em 66% entre 2017 e 2022, passando de 3,6 mil para 6 mil alunos em seus cursos de graduação presenciais.

> Neste período, em média, as universidades privadas brasileiras registraram queda de 27,6% nas matrículas, de acordo com o último censo disponível pelo Ministério da Educação (MEC).

> Em 2021 o índice de retenção ficou acima de 90% ante média de 70% no Rio Grande do Sul, de acordo com dados do Instituto Semesp.

Sobre a Atitus Educação

A Atitus Educação é uma instituição de Ensino Superior e uma plataforma educacional, empresa criada no Sul do Brasil em 2004, como IMED, e que atualmente conta com cerca de 6 mil alunos. Com campi em Porto Alegre e Passo Fundo, no Rio Grande do Sul, oferece 19 diferentes cursos de graduação, especialmente nas áreas de Gestão, Saúde, Direito, Politécnica e Agronegócio. Conta, ainda, com seis programas de Mestrado, nas áreas de Direito, Odontologia, Arquitetura e Urbanismo, Engenharia Civil, Administração e Psicologia e um Doutorado em Odontologia. Desde 2020, a instituição preside a Associação Nacional de MBAs. Foi uma das fundadoras do Instituto Caldeira, de Porto Alegre, e atua em diferentes ecossistemas de inovação, a exemplo do Instituto Aliança Empresarial, no norte do Estado, e em alguns dos principais movimentos de transformação do Rio Grande do Sul.

Últimas Notícias