Sem legítima defesa- Policia Civil indicia segurança que matou homem em posto de gasolina

A Polícia Civil de Caçador indiciou, por homicídio doloso (quando há intenção de matar), o segurança do Posto Dudo, suspeito de tirar a vida de Ronaldo Rodrigues, vulgo Bugrão. Além do indiciamento, o segurança vai responder a um procedimento a parte, na Polícia Federal, pois estava trabalhando irregularmente, sem registro nos órgãos competentes.

Segundo a polícia, inicialmente, o caso foi tratado como legítima defesa, porém, imagens mostraram o contrário. A confusão entre a vítima e o segurança teria iniciado por causa de um microondas.

Imagens de segurança foram analisadas e mostraram o início da briga até o momento em que Bugrão é golpeado.

Conforme a polícia, o segurança teria iniciado as agressões com golpe de “tonfa” e ainda portava a faca.

Em dado momento, após ter desferido dois golpes de tonfa, o segurança novamente atacou com a tonfa e logo desferiu o golpe de faca, que provocou a morte instantânea.

Quanto ao estabelecimento, foi interditado após às 23h, medida esta por tempo indeterminado.

Já o segurança segue preso à disposição da Justiça. O inquérito foi encaminhado ao Ministério Público nesta semana.

Créditos: Portal Noticia Hoje

MAIS NOTÍCIAS
COMENTÁRIOS
Carregando...
×