--:--
--:--
  • cover
    Rádio Fraiburgo 95.1
JUNHO VERMELHO 2024

BAIXAR APP's

Ministério Público denuncia suspeito de cometer homicídio em frente a universidade em Caçador

SEMANA DO MEIO AMBIENTE 2024
JUNHO VERMELHO 2024

O suspeito de matar um desafeto a tiros no Centro de Caçador já foi denunciado pelo Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) e pode ser julgado pelo Tribunal do Júri por homicídio com duas qualificadoras. Ele está preso preventivamente aguardando o desenrolar do processo.

Os fatos aconteceram em 21 de março, por volta das 19 horas, quando a vítima estava com o carro estacionado em frente à Universidade Alto Vale do Rio do Peixe. Segundo a denúncia da 5ª Promotoria de Justiça da Comarca de Caçador, o réu teria chegado ao local atirando de surpresa, sem que o desafeto pudesse se defender.

A morte ocorreu por choque hipovolêmico por trauma torácico, conforme o laudo cadavérico. Essa situação é caracterizada pela perda de líquidos e sangue, afetando o coração e outros órgãos.

As duas qualificadoras citadas na denúncia são o motivo fútil, pois o réu teria agido diante da suspeita de que a vítima mantinha um relacionamento extraconjugal com sua companheira, e o recurso que dificultou a defesa da vítima, afinal o modus operandi teria impossibilitado qualquer chance de reação.

O acusado foi localizado e preso pela Polícia quase duas semanas depois. Ele tem 32 anos de idade e está recolhido no Presídio Regional de Caçador. A Justiça já aceitou a denúncia e compete a ela a decisão de levá-lo ao Tribunal do Júri.

Por MPSC

Últimas Notícias