--:--
--:--
  • cover
    Rádio Fraiburgo 95.1
JUNHO VERMELHO 2024

BAIXAR APP's

Livro e documentário prometem revelar mistérios do assalto ao Trem Pagador

SEMANA DO MEIO AMBIENTE 2024
JUNHO VERMELHO 2024

A vida nos trilhos, cenários de saudades e lembranças que se integram à suaves narrativas para compor a construção de A Linha da Memória, longa documental que resgata o curso biográfico de uma das mais importantes ferrovias brasileiras, a São Paulo – Rio Grande.

A história se conecta ao livro a Saga Indômita de Zeca Vaccariano: Muito Além do Assalto ao Trem Pagador, que resgata o famoso atentado contra o grupo pagador, ocorrido em 1909, durante a construção ferroviária.

Marco centenário dos acontecimentos ao longo do Vale do rio do Peixe, no interior do estado de Santa Catarina, A Ferrovia São Paulo – Rio Grande, é o mais importante símbolo da conquista territorial Sul-Brasileira, ao longo do tempo. Agora recebe um novo capítulo, repleto de revelações, com o lançamento que une livro e filme, que rememoram a saga.

O evento acontece no dia 10 de maio (sexta-feira), no auditório Padre Trudo Plessers, em Pinheiro Preto – SC. A cerimônia inicia às 19:00 horas, com a apresentação da obra literal, seguida da projeção do longa A Linha da Memória, que se integra às narrativas literárias.

A obra fílmica conta com entrevistas de diversos ferroviários aposentados, estudiosos do tema, além de emocionantes depoimentos de personagens que tiveram a vida marcada pelos caminhos de aço da ferrovia. Relatos marcantes, conectados por fotos originais da época e imagens cinematográficas, recriam em detalhes a ambiência vivida no período de grandes transformações protagonizados pelo trem.

Já a produção literária, é resultado de profunda pesquisa, ancorada em documentos oficiais, referências expressivas e oitivas orais, abrigadas em um projeto de Mestrado em História, pela Universidade Federal da Fronteira Sul – (UFF) do cineasta Ernoy Mattiello, que é quem também assina o roteiro do documentário dirigido por Júnior Padilha.

A produção com locações nos três estados do Sul e interior paulista, revela detalhes marcantes que vão da construção da ferrovia, ao período de desenvolvimento industrial, a colonização do Vale do rio do Peixe e o declínio ferroviário no interior catarinense.

A cidade de Pinheiro Preto – SC, destaca-se na obra literária por ter sido o palco do Assalto ao Trem Pagador, protagonizado por José Antônio de Oliveira, o Zeca Vaccariano, em 1909, que após absolvido das acusações, tornou-se delegado de polícia em Mondaí – SC.

Outro município evidenciado no projeto é Piratuba – SC, que se evidencia na produção documental, pelo projeto turístico do Trem das Termas, operado pela Associação Brasileira de Preservação Ferroviária – ABPF.

Últimas Notícias