--:--
--:--
  • cover
    Rádio Fraiburgo 95.1

BAIXAR APP's

Irani celebra 82 anos como referência na produção de papel e embalagens sustentáveis

Uma das principais indústrias de papel e embalagens sustentáveis do Brasil, a Irani celebra 82 anos no dia 6 de junho. Ao longo de mais de oito décadas, a empresa vem contribuindo para o desenvolvimento econômico e social das regiões em torno das unidades em Campina da Alegria, município de Vargem Bonita (SC), onde foi fundada em 1941, em Balneário Pinhal (RS), em Indaiatuba (SP), e Santa Luzia (MG).

 

Em constante crescimento nesse período, a Irani virou referência ao fabricar produtos 100% recicláveis a partir de recursos naturais renováveis e por ter sido a segunda empresa no mundo do setor de papel a emitir créditos de carbono pelo Protocolo de Kyoto. Também é a primeira empresa brasileira a certificar um inventário de Gases de Efeito Estufa (GEE), de acordo com a ISO 14064:2006. A Companhia conta com programas de apoio às comunidades locais com investimentos e doações por meio de leis de incentivo para projetos e fundos municipais.

 

O diretor-presidente Sérgio Ribas reforça que a caminhada vem sendo pautada no propósito de transformar a vida das pessoas com atitudes e soluções sustentáveis. “Temos a convicção de que nosso negócio vai muito além da manufatura de produtos. Como uma das principais indústrias do segmento de papéis para embalagens sustentáveis do Brasil, estamos focados em gerar impactos positivos ao meio ambiente e dedicamos atenção especial às pessoas que fazem parte da nossa rede de relacionamento como acionistas, clientes, colaboradores, comunidades do entorno de nossas fábricas, fornecedores, governo e sociedade”, destaca.

 

A história da Irani

 

A Irani nasceu do sonho de um grupo de empresários gaúchos no começo da década de 1940, que confiaram ao senhor Alfredo Fedrizzi, desbravar Santa Catarina e Paraná em busca de terras com pinheirais para construir uma fábrica de papel. Fedrizzi criou raízes no Vale do Rio do Peixe, em 1941, na localidade de Campina da Anta, mais tarde denominada Campina da Alegria, hoje pertencente ao município de Vargem Bonita. Ao longo dos anos a fábrica cresceu e ampliou a sua produção de papel, papel manilhinha, kraft e cartolinas, entre outros. Em 1994, o Grupo Habitasul assumiu o controle acionário da Irani, propiciando um novo ciclo de desenvolvimento empresarial.

 

Mais de 2,3 mil colaboradores

 

Com mais de 2,3 mil colaboradores, a Irani tem quatro unidades fabris em Vargem Bonita (SC), Santa Luzia (MG), Balneário Pinhal (RS) e Indaiatuba (SP) e escritórios, em Joaçaba (SC) e Porto Alegre (RS), e investe no desenvolvimento pessoal e na qualificação profissional dos trabalhadores. A companhia respeita e acolhe cada colaborador, valorizando o poder das diferenças e conta com projetos como o Gera Acessibilidade que promovem a diversidade e a igualdade de oportunidades, independente de gênero, idade, etnia, religião, nacionalidade, estado civil, orientação sexual ou deficiência de qualquer natureza.

 

A empresa faz parte da vida profissional de Ruy Michel Filho há 38 anos. Hoje, gerente de Projetos Estratégicos e com atuação em Campina da Alegria, Ruy Michel começou a sua trajetória na empresa como projetista elétrico na área de projetos em 1985. Aos 64 anos, considera as atividades industriais fascinantes. “Todo o dia são apresentados desafios, com a necessidade de inovações e de melhoria para aumentar a produtividade e baixar custos, ter mais eficiência e reduzir consumos relativos como energias elétrica e térmica, insumos, água, entre outros. E sempre dando um passo a mais na qualidade dos produtos e serviços, com a máxima  de fazer mais com menos”, ressalta Ruy.

 

Compromisso com a sustentabilidade   

 

A Irani é a única empresa de embalagens sustentáveis listada na B3, a bolsa de valores brasileira e, em janeiro deste ano, passou a compor a carteira ISE – Índice de Sustentabilidade Empresarial. A Companhia é signatária e apoiadora do Movimento ODS Santa Catarina, organização voluntária que reúne diversos setores em prol dos Objetivos para o Desenvolvimento das Nações Unidas (ONU), da qual a companhia é signatária e apoiadora desde 2020. Também apoia o movimento Capitalismo Consciente, uma ação global que reúne empresas focadas na geração de valor em todas as suas formas de relacionamento, com a visão de serem as melhores empresas do mundo, estimulando a promoção de práticas sustentáveis e conscientes. Ao lado do Instituto Capitalismo Consciente Brasil (ICCB), a Irani integra uma frente ativa de mobilização e participa da criação da filial Santa Catarina.

 

A Irani está alinhada à agenda global da ONU para o desenvolvimento sustentável e tem seis compromissos ESG com perspectivas de atingi-los até 2030.  A empresa pretende zerar os acidentes de trabalho com afastamento, ter 40% de mulheres no quadro de colaboradores e 50% de mulheres em cargos de liderança, reduzir em 30% o uso específico de água por tonelada produzida, ser autossuficiente em geração de energia renovável, zerar o envio de resíduos para aterros e aumentar em 20% o saldo positivo entre emissões e remoções dos gases de efeito estufa (GEE).

 

As celebrações dos 82 anos

 

A Irani prepara uma programação especial para os colaboradores em todas as suas unidades para comemorar os 82 anos. As celebrações serão realizadas com refeições especiais, além da entrega de uma camiseta comemorativa. Os grupos de clima da Companhia já estão organizando as datas de um circuito de esportes e gincanas para os meses seguintes ao aniversário. A inscrição nas gincanas será realizada com a doação de 1 quilo de alimento não perecível.

 

Sobre a Irani

 

Fundada em 1941, a Irani Papel e Embalagem é hoje uma das líderes do setor de embalagens sustentáveis no Brasil. Controlada desde 1994 pelo Grupo Habitasul, tradicional grupo empresarial da região Sul do país, produz papéis para embalagens, chapas e caixas de papelão ondulado, além de resinas naturais de pinus, breu e terebintina, assegurando o fornecimento de produtos de matéria-prima renovável com alta qualidade. Alinhada às boas práticas da economia circular, tem produção integrada às florestas próprias e utiliza energia autogerada. Conta com unidades produtivas localizadas em Vargem Bonita (SC), Santa Luzia (MG), Indaiatuba (SP) e Balneário Pinhal (RS), além de responder pela gestão de florestas em Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Com escritórios em Porto Alegre (RS) e Joaçaba (SC), tem em seus quadros mais de 2.300 colaboradores.

 

Últimas Notícias