Homem é suspeito de dar calote em posto de lavação no Bairro São Miguel

Quando percebeu a ação do indivíduo, o proprietário do estabelecimento acionou a guarnição, repassando a placa do veículo, que após consulta realizada pela Policia Militar, foi identificado o atual proprietário do carro, o qual será investigado por ter praticado a ação tratada pela PM como estelionato.

Por volta das 17:42 Hs, desta terça feira, (09/07/2019) uma viatura da Policia Militar, deslocou até um posto de lavação no Bairro São Miguel, o qual está localizado na Avenida Micheli Simonetti, onde o proprietário aguardava para comunicar um suposto calote sofrido em seu estabelecimento.

O homem relatou aos policiais que um cliente, deixou um Fiat Uno para ser lavado e pagaria a lavação quando retirasse o carro. Quando o rapaz retornou, estava agindo de uma forma estranha, pediu se a lavação tinha cartão fidelidade, tentando desta forma usar de um artifício para confundir os funcionários, que após falar com o proprietário, conversou com outra funcionária, também pedindo sobre o cartão fidelidade, quando se aproximou do veículo disse para a funcionária que já estava tudo certo, que já havia pago a lavação, embarcou no veículo, saindo sem saldar a dívida de R$35,00.

Quando percebeu a ação do indivíduo, o proprietário do estabelecimento acionou a guarnição, repassando a placa do veículo, que após consulta realizada pela Policia Militar, foi identificado o atual proprietário do carro, o qual será investigado por ter praticado a ação tratada pela PM como estelionato.

O B.O será encaminhado para a investigação da Delegacia de Policia da Comarca de Fraiburgo.

REVIRA VOLTA DO CASO

Na tarde desta quarta feira, 11 de julho de 2019, houve uma reviravolta em um suposto caso de extorsão, registrado pelo proprietário de um posto de lavação ás 17:42 Hs, de terça feira, (09/07/2019), onde uma viatura da Policia Militar, deslocou até o Bairro São Miguel, local em que o proprietário aguardava para comunicar um suposto calote sofrido em seu estabelecimento.

Diante dos fatos, o homem que lavou um veículo com características parecidas, procurou o posto de lavação e foi informado que ele seria o suspeito de ter dado “calote”. Durante a conversa o rapaz e o proprietário, relembraram que ele havia efetuado o pagamento no momento em que deixou o veículo para lavar e após o entendimento de ambos, procuraram a delegacia da Policia Civil.

Chegando na DPCO, ambos registraram um Boletim de Ocorrência, corrigindo todas as informações repassadas para investigação e desfazendo o mal entendido que chegou a mobilizar as viaturas da PM no dia anterior para as buscas ao suspeito.

Agora o caso será apreciado pelo Delegado da Comarca e possivelmente arquivado.

MAIS NOTÍCIAS
COMENTÁRIOS
Carregando...
×