FAB elabora plano de voo para repatriar brasileiros que estão na China

O governo vai repatriar brasileiros que estão em Wuhan e Hubei, na China, epicentro do coronavírus. A Força Aérea Brasileira realizará a missão e, assim chegarem ao Brasil, os repatriados permanecerão em quarentena, uma espécie de isolamento preventivo.

O número confirmado de mortes pela epidemia de um novo coronavírus subiu para 361, com 57 novos falecimentos, sendo 56 apenas na província de Hubei, informaram nesta segunda-feira (na China) as autoridades de saúde chinesas.

De acordo com a Comissão Nacional de Saúde, 2.829 novos casos de contaminação foram diagnosticados, elevando o total de infectados a mais de 17.200 em toda China.

Dessa forma, o impacto do novo coronavírus supera o número de mortes causadas pela epidemia de Sars em 2002-2003, que provocou a morte de 349 pessoas na China continental.

Especialistas acreditam que o novo coronavírus surgiu em dezembro em um mercado especializado em frutos do mar de Wuhan, que também vendia clandestinamente carne de animais exóticos.

Os casos de infecções se espalharam para além da província, enquanto o povo chinês viajava pelo país e pelo mundo para celebrar o feriado do Ano Novo Lunar, que começou na semana passada.

Por conta deste surto, vários países intensificaram as medidas de precaução, protegem suas fronteiras e repatriam seus cidadãos da China para conter a propagação do coronavírus.

A epidemia levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar emergência internacional, já que mais de 20 nações reportaram casos da doença.

Fonte: EBC

MAIS NOTÍCIAS
COMENTÁRIOS
Carregando...
×