Elementos furtando Superviza em Videira, acabam flagrados e conduzidos a delegacia

Com a onda de furtos em suas unidade, a direção da empresa criou um setor de inteligência e monitoramento.

Na tarde desta sexta-feira, (13/05) mais uma vez os ladrões voltaram a agir no interior do Supermercado Superviza do Bairro Santa Tereza em Videira.

Os elementos localizados são 2 menores que restaram apreendidos e um maior de idade, preso em flagrante.

 

Os suspeitos estavam com peças de queijo, salames fatiados, facas e cestinhas pertencentes a rede Superviza, quando foram perseguidos pelos funcionários da empresa e detidos pela Polícia Militar.

 

O setor de inteligência do Supermercado, já estava em alerta com uma ação de furto praticada no dia anterior, o que facilitou o flagrante e a ação da PM.

Pelas imagens coletadas no setor de inteligência e monitoramento, restou comprovado que os meliantes agiram diversas vezes, inclusive mais de uma vez em só dia, contando sempre com o apoio de um veículo.

 

No momento da abordagem, o motorista de um carro de aplicativo foi encaminhado a delegacia, já que ele não possuía a corrida aberta no APP, o qual disse a PM, ser uma chamada privativa e supostamente foi flagrado por populares informando os elementos sobre o ponto de encontro nos fundos do Supermercado, onde acabou cercado pelos funcionários até a detenção. O procedimento de registro da corrida, está previsto na conhecida como “lei Uber”, já que possui a função de recibo do valor para o cliente, identifica o passageiro e traz segurança para ambos.

 

Os envolvidos foram encaminhados a Delegacia da Polícia Civil para os procedimentos cabíveis.

 

O Conselho Tutelar, está acompanhando a situação que envolve os menores de idade.

O levantamento inicial, indica que o valor do furto surpreendido chega a aproximadamente R$2.300,00 no momento e pode ultrapassar a marca de R$10.000,00 em poucos dias de ações dos meliantes no supermercado.

 

Na fuga de uma das tentativas de furto no Supermercado Superviza, os meliantes chegaram a abandonar uma peça de queijo pertencente a outra empresa da cidade, a qual foi acionada para buscar o seu produto.

 

A Polícia Militar e a Polícia Civil, apuram quem seriam os compradores dos produtos furtados e a responsabilidade de cada um dos envolvidos.

 

Share on facebook
Share on linkedin
Share on email
Share on twitter
Share on whatsapp

Últimas Notícias

×