Dia decisivo- Sessão discutirá o afastamento do governador nesta sexta feira

O relatório referente ao pedido de impeachment do governador Carlos Moisés da Silva (PSL) e da vice Daniela Reinehr (sem partido) será discutido nesta sexta-feira (23), em sessão do Tribunal Especial de Julgamento.

Apesar de prevista para amanhã, a votação poderá ser adiada caso os julgadores solicitem mais esclarecimentos sobre o relatório. Ela decidirá pelo afastamento provisório ou arquivamento da denúncia.

A votação é referente ao primeiro pedido de impeachment, que aponta crime na equiparação salarial dos procuradores do Estado. Um segundo pedido, aprovado na Alesc nesta semana, envolve a compra irregular de 200 respiradores e a construção do hospital de campanha em Itajaí.

Marcada para 9h, no plenário da Alesc (Assembleia Legislativa de Santa Catarina), a sessão pode ser decisiva para o futuro do governo. Caso a votação ocorra e um possível parecer positivo ao andamento da denúncia seja aprovado por maioria simples (seis dos 10 integrantes do Tribunal), Moisés e Reinehr serão afastados por 180 dias.

Advogados se manifestarão, será lido o parecer do relator – deputado Kennedy Nunes (PSD), e também discutido pelos outros julgadores. Outros esclarecimentos podem ser solicitados, mas se isso não acontecer, ocorre a votação.

O momento terá embates entre a acusação relativa ao impeachment e a defesa do governador, finalizando com a votação que poderá afastá-lo do cargo ou não.

Créditos: Portal ND MAIS

Foto: O governador de SC, Carlos Moisés (PSL) e a vice Daniela Reinehr (sem partido) – Foto: Mauricio Vieira/Secom/Divulgação

MAIS NOTÍCIAS
COMENTÁRIOS
Carregando...
×