--:--
--:--
  • cover
    Rádio Fraiburgo 95.1

BAIXAR APP's

Crianças desaparecidas são encontradas e estão com os pais

Circulam áudios nas redes sociais de uma mãe relatando desaparecimento de duas crianças no bairro São Miguel, em Fraiburgo, no início da tarde deste domingo (26). As crianças foram encontradas e estão com os pais. A Polícia Militar foi acionada para atender a ocorrência e confirmou o aparecimento dos menores e o encontro com os pais.

No primeiro áudio, a mãe descreve: “gente, duas crianças estão desaparecidas no bairro São Miguel – em Fraiburgo – um é meu filho e outro é meu sobrinho. Um é loiro e o outro é moreno. Já procuramos, faz mais de meia hora que estamos procurando as crianças. Já chamei a polícia, se alguém souber de alguma coisa, nos avise, vou enviar foto deles no grupo”.

A mensagem rapidamente se espalhou nas redes sociais e em grupos de WhatsApp. Em outro áudio, aos prantos, a mulher responde mensagens com um áudio. “Por favor, gente. Não sei, meu Deus, não sei, desapareceram. Passou um carro aqui, não sei se levou as crianças. Já procuramos por todos os lados”.

Logo em seguida, vizinhos e grupos de outros bairros começaram a afirmar o encontro das crianças. Em contato com a Polícia Militar, as guarnições confirmaram para a nossa reportagem o atendimento e o aparecimento das crianças.

Como notificar o desaparecimento de pessoas

De acordo com a Agência Brasil, casos de desaparecimento geram muita apreensão em familiares, que muitas vezes não sabem exatamente como proceder. É muito comum ouvir que os familiares e conhecidos devem aguardar prazos de 24 ou 72 horas para registrar uma ocorrência de desaparecimento. No entanto, essa é uma crença popular equivocada. Conforme orienta a cartilha, a comunicação deve ser feita imediatamente, tão logo se perceba que a pessoa está sumida e incomunicável. Uma orientação importante é se dirigir à delegacia levando uma fotografia atual do desaparecido. Nenhuma informação deve ser omitida dos policiais.

Também é recomendado que amigos, vizinhos e parentes sejam informados do desaparecimento. Eles podem ter informações pertinentes. Deve-se manter uma pessoa no local em que o desaparecido foi visto pela última vez. Familiares e amigos podem ainda percorrer lugares habitualmente frequentados por ele.

A divulgação de fotos nas redes sociais pode ajudar, mas um cuidado deve ser tomado: não publicar contatos telefônicos. A cartilha alerta para os riscos de familiares receberem trotes ou serem alvos de tentativas de extorsão.

Familiares podem recorrer ainda às Defensorias Públicas estaduais quando necessitarem de assistência jurídica.

Além do 190, telefone da Polícia Militar, existe o Disque 100. Este é um canal para denúncias de violações aos direitos humanos, mas também é um meio de auxílio na localização de jovens desaparecidos. O Disque 100 recebe a denúncia e a encaminha aos órgãos competentes para que sejam tomadas as medidas necessárias.

Últimas Notícias