BAIXAR APP's

Cidades catarinenses irão receber vacinas da dengue

As vacinas serão destinadas a regiões de saúde com municípios de com alta transmissão.

O Ministério da Saúde divulgou nesta quinta-feira (25) as 13 cidades de Santa Catarina que vão receber vacinas contra a dengue. Segundo a pasta, o imunizante será destinado para pessoas de 10 à 14 anos.

Ainda de acordo com o Ministério, as vacinas serão destinadas a regiões de saúde com municípios de grande porte com alta transmissão nos últimos dez anos e população residente igual ou maior a 100 mil habitantes, levando também em conta altas taxas nos últimos meses.

Vale lembrar que o público vacinado contra a doença será menor, devido à necessidade de duas aplicações para a imunização completa. Essa redução se deve à limitação na capacidade de produção.

Veja as cidades que vão receber as doses:

  • Joinville
  • Araquari
  • São Francisco do Sul
  • Barra Velha
  • Garuva
  • Balneário Barra do Sul
  • Itapoá
  • Jaraguá do Sul
  • Guaramirim
  • Schroeder
  • Massaranduba
  • São João do Itaperiú
  • Corupá

As estratégias de vacinação e mais detalhes sobre o cenário epidemiológico serão apresentados pela SES/SC (Secretaria do Estado da Saúde de Santa Catarina) em uma coletiva de imprensa ainda na manhã desta quinta-feira.

 

Dados de dengue em Santa Catarina

Santa Catarina enfrenta uma significativa elevação nos casos de dengue, conforme apontado no recente relatório da Dive (Diretoria de Vigilância Epidemiológica do estado). O levantamento abrange o período de 31 de dezembro de 2023 a 15 de janeiro de 2024, revelando 2.052 casos prováveis em 79 municípios.

Este número representa um impactante aumento de 105,2% em relação ao mesmo intervalo no ano anterior, destacando a urgência das medidas de controle e prevenção da doença. A Dive esclarece que a categoria “casos prováveis” engloba notificações, confirmações, suspeitas e casos inconclusivos, excluindo apenas aqueles descartados.

Nesse contexto, todos os casos suspeitos notificados permanecerão como prováveis até o encerramento da ficha de acompanhamento.

No decorrer desse período, foram identificados 2.884 focos do mosquito Aedes aegypti em 146 municípios, sendo 154 destes considerados infestados pelo vetor. Esse dado ressalta a disseminação do mosquito transmissor da dengue em mais da metade dos 295 municípios catarinenses.

A gravidade da situação no Estado fica ainda mais evidente pela confirmação de uma morte em Joinville, o município mais populoso de Santa Catarina. Além disso, há duas mortes sob investigação em Blumenau, no Vale do Itajaí, e Garopaba, na Grande Florianópolis, conduzidas pelas secretarias municipais com o respaldo da Secretaria de Estado da Saúde.

 

Por Agencia Brasil.

Últimas Notícias