Chapecó registra a primeira morte causada por Covid-19, diz prefeito

O prefeito de Chapecó, Luciano Buligon (PSL), afirmou na manhã desta segunda-feira (18) que a cidade teve a primeira morte registrada por Covid-19. Em entrevista ao Bom Dia Santa Catarina, ele disse que a primeira vítima da doença na cidade é um homem de 85 anos, que tinha doenças associadas. A morte ainda não foi confirmada pela Secretária Estadual de Saúde.

Chapecó é a cidade com mais casos de Covid-19 em Santa Catarina. O número de pacientes diagnosticados com coronavírus na maior cidade do Oeste catarinense chegou a 506, conforme boletim estadual divulgado domingo (17), e ultrapassou Florianópolis, que soma 473 casos confirmados.

“Principalmente pelo relato das pessoas infectadas, entendem que acabaram sendo infectados na hora do lazer. Nossa região compartilha o chimarrão, tem hábito de reunir aos finais de semana, tempo bom, tempo seco de sol, fez com que tivesse um maior relaxamento das ações”, disse.

Buligon adiantou ainda que vai manter a suspensão do trasporte coletivo se o serviço for liberado no estado.

Estrutura de saúde

Atualmente, a ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) na cidade chegou a 40%. O prefeito afirmou que tem uma reunião prevista com o governador Carlos Moisés (PSL), na tarde de terça-feira (19), para buscar buscar fortalecimento da rede hospitalar na cidade.

“Nossa meta única é salvar vidas, para isso temos que estruturar os hospitais sejam eles públicos ou particulares”, afirmou.

Até então, Chapecó era uma das únicas seis cidades do país, com mais de 200 mil habitantes, que não havia registrado mortes por Covid-19.

Fonte: G1

MAIS NOTÍCIAS
COMENTÁRIOS
Carregando...
×