Santa Catarina registra o terceiro melhor saldo de empregos do Brasil em 2019

Seguindo uma tendência de crescimento nos últimos anos, Santa Catarina fechou 2019 com o saldo positivo de 71,4 mil novas vagas de emprego geradas. O número é o terceiro melhor do Brasil, atrás apenas de São Paulo (que teve saldo de 184,1 mil novas vagas) e Minas Gerais (97,7 mil vagas).

Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado nesta sexta-feira (24) com os números de dezembro de 2019 e o consolidado do ano inteiro. Conforme o relatório, no ano passado Santa Catarina criou 1.067.335 novos postos de trabalho e fechou 995.929, o que gera o saldo positivo de 71.406 empregos.

O resultado mostra uma tendência de melhora na economia. Depois de saldos negativos em 2015 e 2016, com mais vagas fechadas do que abertas, Santa Catarina iniciou a recuperação em 2017 com um saldo positivo de 29 mil vagas (o melhor resultado do Brasil naquele ano). Em 2018 o saldo aumentou para 41,7 mil e agora cresceu para 71,4 mil.

Quem alavancou o desempenho de Santa Catarina foi, especialmente, o setor de serviços, com um saldo positivo de 33,6 mil postos de trabalho — quase a metade do resultado estadual. Comércio, indústria da transformação e construção civil também tiveram resultados importantes. O setor de extração mineral foi o único com saldo negativo no ano, mas de apenas seis vagas.

Em nível nacional, o Brasil teve o melhor desempenho desde 2013. O país fechou o ano de 2019 com o saldo positivo de 644 mil vagas de emprego formal criadas — 115 mil postos a mais do que 2018. Todos os oitos setores da economia registraram saldo positivo em 2019. O destaque do ano ficou com o de serviços, responsável pela geração de 382.525 postos. No comércio foram 145.475 novas vagas e na construção civil, 71.115. O menor desempenho foi o da administração pública, com 822 novas vagas.

Joinville teve o melhor resultado entre as cidades

Entre as cidades catarinenses citadas no Caged, Joinville teve o melhor desempenho em 2019: 6,6 mil vagas criadas. O segundo lugar ficou com São José, com saldo positivo de 5,4 mil postos de trabalho, seguido por Chapecó (5,3 mil) e Florianópolis (5,2 mil).

No saldo total de 2019 apenas uma cidade catarinense teve saldo negativo, com mais demissões do que contratações. Foi Mafra, no Norte do Estado, que fechou o ano com 375 postos de trabalho a menos.

Dezembro foi o pior desde 2016

O resultado positivo de Santa Catarina em 2019 veio mesmo com um mês de dezembro de fraco desempenho. O saldo do mês foi de 24,3 mil vagas fechadas, o pior número desde dezembro de 2016. No entanto, o desempenho negativo no último mês do ano é esperado e ocorre em todos os Estados por razões sazonais.

Trata-se de um mês que tradicionalmente tem mais desligamentos dos trabalhos temporários, além de um fluxo comum nos setores de serviços, indústria e construção civil. No Brasil, o saldo de dezembro fechou em 307,3 mil vagas a menos.

Fonte: NSC

MAIS NOTÍCIAS

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado

×