Polícia Civil indicia dono de recreação por estupro de vulnerável em Itapema

Nesta sexta-feira (04), a Polícia Civil enviou ao Judiciário o inquérito policial que apura denúncias envolvendo abusos de crianças em uma recreação em Itapema, litoral Norte de Santa Catarina.

Segundo o Delegado de Polícia Aden Claus Pereira, o homem de 25 anos, proprietário da recreação, foi indiciado pelo delito de estupro de vulnerável, previsto no artigo 217- A do Código Penal. Durante a semana, o Delegado interrogou o investigado sobre os fatos pelos quais é suspeito.

O local onde funcionava a recreação, no bairro Meia Praia, continua interditado. A partir de agora, o Ministério Público de Santa Catarina analisará as investigações e decidirá se denuncia o investigado, que permanece preso aguardando a decisão da Justiça.

Relembre o caso

Pelo menos 22 famílias denunciaram casos de abuso sexual contra o dono de uma recreação infantil em Itapema. A mãe de uma menina de 4 anos foi a primeira a denunciar publicamente os abusos contra o dono do centro de recreação infantil, em um relato emocionante, ela teve que ter sangue-frio para gravar a filha contando os abusos.

A mãe acionou o Conselho Tutelar após ouvir o relato da filha. A criança passou por um exame de corpo de delito, e a denúncia desencadeou outras 21, mobilizando pais e toda a comunidade.

 

Fonte: Polícia Civil de Santa Catarina

MAIS NOTÍCIAS
COMENTÁRIOS
Carregando...
×