BAIXAR APP's

IFC Campus Fraiburgo inaugura obras e celebra aniversário de 10 anos

A quarta-feira (22/11) foi a data escolhida para celebrar uma década de conquistas do Instituto Federal Catarinense (IFC), Campus Fraiburgo. Os estudantes lotaram o auditório para a solenidade de comemoração, que contou ainda com a presença de servidores e diversas autoridades locais e regionais. O evento teve início às 10h e foi aberto com uma apresentação musical do estudante Otávio Dalanhol e do professor Jhon Lenon, da Fundação Municipal de Cultura.

 

O diretor-geral do Campus Fraiburgo, professor Tiago Lopes Gonçalves, agradeceu a presença de todas as autoridades presentes, dos estudantes e servidores envolvidos na organização do evento. Ele destacou a trajetória de melhorias que o Campus teve especialmente na infraestrutura dos prédios e na acessibilidade. “Nossos alunos já vivenciam uma realidade diferente da que os primeiros alunos tiveram. Hoje vivemos o ápice do Campus em sua infraestrutura, estamos falando de um investimento de 2 milhões e 700 mil reais apenas nos últimos quatro anos”, destaca.

Com esse investimento foi possível construir o bloco II, que compreende salas de aula, biblioteca e salas administrativas; o espaço de convivência e acessibilidade; realizar a troca do telhado do bloco I; muro de divisa do Campus; cantina; garagem de carros e passarela; área externa de práticas de segurança do trabalho e edificações.

Presente no evento, a reitora Sônia Regina de Souza Fernandes destacou que os Institutos Federais são uma conquista brasileira para a interiorização de um modelo de ensino de excelência. “Se extrairmos os dados do PISA, uma avaliação internacional que avalia conhecimentos em matemática, leitura e ciências, e analisarmos estatisticamente apenas os Institutos Federais, isolando a amostra do resto do Brasil, nós estamos entre os 10 países do mundo, como Japão, Finlândia, Singapura, entre outros. É este modelo de educação profissional, é essa concepção de educação que nós defendemos para todos os jovens brasileiros”.

A reitora enfatizou que ter uma excelente estrutura e condições não significa ausência de problemas, mas que o IFC deve buscar melhorias constantes sempre focado nos estudantes, que são a nossa razão de existir.

Apoiador do IFC, o prefeito Wilson Ribeiro Cardoso Junior enalteceu a importância do IFC na cidade de Fraiburgo, destacando o trabalho e a parceria com o diretor Tiago Lopes e colocando-se à disposição para continuar o trabalho em conjunto na nova gestão do prof. Vanderlei Cristiano Juraski, que irá assumir o Campus a partir de janeiro.

Em relação à reivindicação da comunidade sobre o ginásio do Campus, o prefeito explicou que a situação está em tratativas há alguns anos, que são questões complexas que envolvem várias entidades e questões cartorárias. “Eu acredito que estamos na fase final para a resolução desta questão do ginásio, o IFC precisa deste espaço e de nossa parte estamos fazendo todo esforço para que isso aconteça”, garantiu.

Rudinei Kock Exterckoter, diretor-geral do Campus Concórdia e reitor eleito do IFC, falou sobre o compromisso que estabelece com o Campus Fraiburgo, especialmente para a solução de questões apresentadas pelo diretor Tiago Lopes, como a construção do ginásio poliesportivo e do refeitório. “A partir de janeiro assumimos a Reitoria e desde já me coloco à disposição para que possamos comemorar novas conquistas e o avanço do Campus assim como estamos fazendo hoje”.

No âmbito político, o Campus recebeu apoio do deputado Pedro Uczai, que destinou recurso de emendas parlamentares para a melhoria da infraestrutura. No evento, o deputado foi representado por Sandro Morando, que contou a história de lutas políticas para a criação do Campus, desde a federalização do antigo Centro Educacional Profissional de Fraiburgo (CEPROF) até os dias atuais com a mobilização em prol da destinação de recursos de emendas e a busca pela ampliação da educação pública federal com a instalação da Universidade Federal do Contestado (UNIFECON).

A história do Campus na perspectiva do egresso

Matheus Tonial, egresso do Ensino Médio Integrado, conta que a história do IFC está intrinsecamente ligada à sua porque foi no Campus que iniciou um projeto que futuramente se tornou a sua profissão. Enquanto aluno criou com outros dois colegas um projeto chamado “A voz do IF”, uma rádio web. Posteriormente, levaram esse projeto para fora do IFC e a partir daí iniciaram suas carreiras na área de Comunicação.

Atualmente Matheus é formado em Marketing e é sócio de uma agência de publicidade que está prestes a completar três anos de atuação. “Foi aqui que eu tive a oportunidade de descobrir o quanto o IF iria mudar a minha vida, e é em defesa de tudo isso que é tão bom voltar e participar de eventos como este, rever tantas pessoas e ver que todos aqui continuam com esta mesma missão: proporcionar espaço, proporcionar oportunidades e oferecer realmente uma experiência diferenciada”.

O egresso destaca como é gratificante ver o quanto o Instituto Federal evoluiu nos últimos anos. O IFC foi e é capaz de cumprir sua missão de preparar as pessoas não apenas para a Educação Básica, mas de dar oportunidade de os próprios estudantes se desenvolverem e conhecerem aquilo que querem fazer ao longo da vida”.

Histórico do Campus

O Campus está instalado em um prédio construído na década de 1960, que abrigou a Escola Sedes Sapientiae (Sede da Sabedoria), dirigida pelo Padre Biagio Simonetti, liderança religiosa e política por mais de 20 anos. Posteriormente, até 2009, o edifício abrigou o CEPROF. Em 2012 o IFC começou a ofertar cursos em Fraiburgo como extensão do Campus Videira, e em 23 de abril de 2013 a unidade foi denominada Campus Fraiburgo. Desde então, vem ampliando sua oferta de cursos, número de alunos, quadro de servidores e infraestrutura física.

Atualmente o Campus oferece os cursos de: técnico integrados ao Ensino Médio em Informática, técnico de Segurança do Trabalho, Tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Técnico em Edificações, Técnico em Administração e Educação de Jovens e Adultos (EJA-EPT). O Campus conta com 24 docentes, 28 técnicos administrativos, 577 estudantes e 10 funcionários terceirizados.

Texto e fotos: Juliana B. Motta Peretti – Cecom/Videira

Últimas Notícias