Homem que matou suposto envolvido com sua esposa, pega quase 20 anos de prisão

Acusado de matar Amarildo Dal Pupo em novembro do ano passado, no interior de Irani, o réu Leomar de Mattos, de 40 anos, foi condenado a 19 anos e quatro meses de prisão em um júri popular realizado nesta quarta-feira, dia 30, no município de Concórdia.

A motivação do homicídio teria sido um relacionamento entre a vítima e a esposa do autor. O assassinato ocorreu na Linha Pingador, no interior do município de Irani, no dia 10 de novembro de 2018. Na época, depois de ser preso preventivamente, segundo a Polícia Civil, Leomar acabou confessando o crime.

Leomar de Mattos foi preso cerca de um mês após o assassinato. De 39 anos, ele foi indiciado pelos crimes de falsidade ideológica e homicídio doloso duplamente qualificado — motivo torpe e mediante dissimulação.

Amarildo foi encontrado morto dentro de um Ford Fiesta, no banco do motorista. Executada a tiros, a vítima foi atingida por quatro disparos de arma de fogo, sendo um no coração.

Fonte das informações e links: OESTE MAIS

Share on facebook
Share on linkedin
Share on email
Share on twitter
Share on whatsapp

Últimas Notícias

×