Clubes do futebol brasileiro discutem redução salarial para os atletas

Com o avanço do coronavírus e a suspensão do futebol no Brasil por tempo indeterminado, os principais clubes do país se mobilizam para garantir a sobrevivência financeira.

Com a maior parte das fontes de receita se esgotando, a prioridade é uma negociação trabalhista com atletas para reduzir salários e direito de imagem. A iniciativa, entretanto, foi mal recebida principalmente pelos atletas de elite, com os maiores vencimentos.

Em linhas gerais a proposta aos atletas, foi debatida em uma reunião por vídeo com a presença de quase 50 clubes das séries A, B e C do Campeonato Brasileiro. O pacote envolve férias imediatas de 30 dias, a partir dessa semana, para os jogadores, a partir do 31º dia, caso a situação não esteja normalizada, redução de 50% nos salários e direitos de imagem, se depois de mais 30 dias a suspensão dos torneios persistir, seria permitida a suspensão dos contratos até que a pandemia seja superada.

Novas videoconferências devem acontecer essa semana, e deve-se chegar a um acordo com o sindicato dos atletas, para que as medidas sejam executadas pelos clubes.

 

MAIS NOTÍCIAS
COMENTÁRIOS
Carregando...
×